segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Arquitetos de todo o Brasil em defesa do casario na Luciana de Abreu

Durante encontro da 144ª Reunião do Conselho Superior (COSU) do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), os conselheiro da entidade aprovaram por unanimidade uma moção de apoio às instituições, entidades e moradores que estão promovendo a defesa do casario da Rua Luciana de Abreu. 

O documento foi aprovado por mais de 60 arquitetos e urbanistas em delegações de 13 estados brasileiros e do Distrito Fedaral, demonstrando que a preocupação com a preservação deste patrimônio transcende as fronteiras da cidade e do Rio Grande do Sul, sendo um tema de importância nacional.

Leia abaixo o texto aprovado neste sábado, 21 de setembro de 2013:

144ª Reunião do Conselho Superior do Instituto de Arquitetos do Brasil

Moção Nº 02 - aprovada por unanimidade pelo plenário.
Interessado: População de Porto Alegre.
Proponente: IAB RS, com apoio de IAB CE, IAB PR, IAB DF, IAB BA, IAB MS e IAB PE.

Ementa: Pela preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural das cidades Brasileiras – Episódio Casas da Luciana de Abreu, bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

Considerando:

1.       O recorrente desrespeito pela história das cidades brasileiras e do patrimônio arquitetônico por parte das grandes empresas de empreendimentos imobiliários;

2.       As dificuldades de setores do poder público responsáveis de zelar pela preservação do patrimônio, que resultam, muitas vezes, em uma atuação frágil e vacilante;

3.       A responsabilidade dos arquitetos e urbanistas frente a esta prática predatória dos testemunhos de nossa história;

4.       O episódio específico de risco de demolição de imóveis em Porto Alegre com características históricas culturais e arquitetônicas importantes – conjunto de casas na Rua Luciana de Abreu, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

O Conselho Superior do IAB manifesta:

§  No entendimento que esta prática deve ser eliminada e substituída pela valorização das cidades brasileiras, de seu patrimônio histórico, artístico e cultural, representado com destaque por sua arquitetura:

§  Total apoio às instituições, entidades e moradores que estão defendendo a preservação do casario da Rua Luciana de Abreu, conjunto arquitetônico representativo de um período histórico e da paisagem urbana daquele bairro e da cidade.

Um comentário:

Marcelo Allet disse...

Parabéns pela iniciativa de apoio. Precisamos replicar a iniciativa para a questão da omissão do poder público quanto à produção dos nossos espaço públicos. Abraços, Arq. Marcelo Allet