quinta-feira, 24 de outubro de 2013

EQUIPE PAULISTA VENCE CONCURSO DO CBCA E VAI REPRESENTAR O PAÍS EM ETAPA INTERNACIONAL

Alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo, desenvolveram projeto em aço para uma ‘Biblioteca Mediateca Pública’

Os alunos Ana Carolina Ferrigatti Mamede, Kim de Paula, Lucas Lima Vieira e Rafael Elias Abifadel Monteiro, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo,  são os grandes vencedores do 6º Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura, promovido pelo Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA). Eles desenvolveram um projeto em aço para uma ‘Biblioteca Mediateca Pública’.

O projeto vencedor destacou-se pela leveza da estrutura, propiciada pelo atirantamento das lajes, evidenciando a relevância do aço para uma arquitetura desejosa de transparência e integração; inserção urbana bastante adequada à Biblioteca/Mediateca Pública; e adequação da escala do edifício proposto ao entorno.

A equipe vencedora do Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura representará o Brasil no ‘6º Concurso ALACERO de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitetura - 2013’, organizado pelo ALACERO – Asociación Latinoaamericana del Acero, que ocorrerá durante o Congresso do ALACERO em Lima, Peru, de 8 a 12 de novembro de 2013. O Brasil concorrerá com os representantes de países como Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela.

O segundo lugar ficou com outro grupo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo, formado pelos alunos Fabiana Tiemi Imamura, Lucas Augusto Battiva Silva Cortes e Vanessa Balbino Pereira. As duas equipes da FAU/USP contaram com a orientação da professora Aparecida Ayoub Silva. O terceiro lugar é da equipe da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, formada pelos alunos Rogério Seixas e Michele Soares Panhoni, sob orientação do professor Antonio Carlos Sant’Anna Junior.

O Concurso ainda concedeu duas menções honrosas aos projetos das equipes da Universidade Estadual do Maranhão, composta pelos alunos Marcos Miguel Carvalho Duailibe, Eduardo Aurélio de Oliveira Aguiar e Rafael Duailibe dos Santos, e pelo professor orientador Eduardo Aurélio Barros Aguiar; e da Universidade Presbiteriana Mackenzie, dos estudantes Homã Santana Alvico e Michele Guillen San Martin Costa, e do professor orientador Renato Carrieri Júnior.

Esta edição do ‘Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura’ bateu recorde novamente no número de inscrições, mostrando o crescente interesse dos estudantes pela tecnologia da construção em aço. Ao todo, foram 269 equipes inscritas, de 25 estados brasileiros e 115 faculdades de arquitetura. Em 2012, o 5º Concurso recebeu 116 inscrições, com representantes de 17 estados brasileiros.

A cerimônia da premiação vai acontecer durante o evento ‘Road Show – Estruturas de Aço: Viabilidade Econômica da Concepção ao Pós-Uso’, promovido pelo CBCA, no Sinduscon do Rio de Janeiro, no dia 9 de outubro, a partir das 14 horas. 

O Projeto
Para esta edição, o concurso propôs a criação de um projeto em aço para uma ‘Biblioteca Midiateca Pública’. O tema escolhido teve como motivação a necessidade de preparar as gerações futuras e promover a renovação de conhecimentos e habilidades, com base na educação, para a superação da pobreza e desigualdade no país.

O conceito de biblioteca tem evoluído, acompanhando as transformações promovidas pelas novas tecnologias. Além de livros, jornais e revistas, uma biblioteca pública moderna precisa ter ampla mostra de outros meios como vídeos, CD e DVD, microfilme, além de software e instalações para uso de Internet. Ela deve antecipar-se ao usuário, visando conhecer suas demandas de informação e dessa forma, atraí-lo por múltiplos meios para que se informe, se cultive e se distraia.

Dentro das possibilidades existentes para projetar e configurar uma Biblioteca Mediateca considera-se importante que o projeto arquitetônico leve em conta considerações em relação à inserção no contexto urbano, meio ambiente e entorno, eficiência, acesso, mobiliário, segurança e orientação.

A aplicação correta do aço e a originalidade da solução construtiva adotada precisam receber atenção especial dos candidatos ao concurso, bem como as razões sobre a escolha da localização do projeto e a análise urbana, de modo que o projeto constitua uma contribuição para a comunidade em que se insere.

O CBCA considera uma contribuição importante contar com projetos que constituam um melhoramento sólido e sustentado da infraestrutura dirigida aos setores majoritários da população. A Biblioteca Mediateca poderá constituir-se em elemento aglutinador e centralizador de uma variedade de atividades que serão motivo de uso intenso para os setores mais populares, que no Brasil como na América Latina, são os que hoje detêm maior índice de crescimento populacional e econômico.

O Concurso

O Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura tem como objetivo promover o conhecimento do aço como componente de sistemas construtivos, incentivar a investigação em torno do seu enorme potencial, suas tecnologias e aplicações na construção, tais como em fundações estruturas, vedações, coberturas, revestimentos, e o seu desenvolvimento em uma concepção arquitetônica e estrutural apropriada; apoiar o desenvolvimento da arquitetura como disciplina fundamental da construção do habitat; promover o trabalho em equipe de professores e alunos, conjugando o Acadêmico e o Profissional, investigando e projetando sobre os diversos temas dos concursos; estimular o trabalho criativo dos alunos que orientados pelos seus professores possam levar as estruturas ao limite de suas possibilidades, baseados no conhecimento das propriedades do aço; promover o vínculo de professores e alunos com o Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA).

A participação no Concurso, com abrangência nacional, é direcionada a estudantes de faculdades de arquitetura, matriculados regularmente nos últimos anos do curso de Arquitetura, orientados por seu(s) respectivo(s) professor(es).

A Comissão Julgadora da sexta edição do Concurso CBCA foi composta pelos seguintes profissionais: arquiteta Lua Nitsche, presidente da Comissão Julgadora e representante do Instituto de Arquitetos do Brasil/São Paulo; arquiteto Luís Frederico Rangel, representante da ABCEM – Associação Brasileira da Construção Metálica; engenheiro João Alberto Vendramini, vice-presidente da ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural; arquiteto Marcelo Barbosa, representante da AsBEA – Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura; arquiteto Marcio Sequeira, arquiteto convidado pelo CBCA; engenheiro Natan Jacobsohn Levental, coordenador da Divisão de Estruturas do Instituto de Engenharia de São Paulo; arquiteto Roberto Inaba (Usiminas), representante do CBCA; arquiteta Silvia Scalzo (ArcelorMittal), representante do CBCA.


O grupo vencedor do 6º Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura vai receber o prêmio de R$ 5 mil, sendo R$ 4 mil para o grupo de alunos e R$ 1 mil para o orientador, além de duas passagens e estadia no Peru, onde acontecerá a final do concurso sulamericano. Os alunos integrantes das três equipes melhor classificadas ganham inscrições para cursos à distância, promovidos pelo CBCA, além de manuais técnicos, livros e revistas sobre construção em aço. Os professores orientadores dos três melhores projetos também poderão acessar todo o material disponibilizado pelo Steelbiz do SCI - Steel Construction Institute durante um ano.

Nenhum comentário: